Aprenda como fotografar com muito sol ou contra o sol

Se você é uma pessoa que gosta de tirar muita foto, certamente já passou dificuldades quando achou aquela pose bacana, porém o sol estava tinindo. Isso é bastante natural, mas e se você descobrisse que sim, é possível fotografar com muito sol?

Certo que pode ser uma tarefa bem complicada, mas conseguindo o jeito fica bem mais leve e em pouco tempo você estará fera no assunto.

Normalmente, no campo da fotografia existem algumas regras básicas que fazem total diferença no resultado final.

Dicas como posicionamento, captação correta da luz, utilização de filtros e até a qualidade da câmera são pontos chave para uma boa fotografia.

Essas regras não podem, de maneira alguma, passar despercebidas, se no fim das contas você quer um resultado gratificante.

Há quem duvide dos conselhos dados por quem de fato entende de fotografia, porém também se contentam com um resultado abaixo do que poderia ser.

Acredite, o fotógrafo pode fazer muita diferença no fim das contas, então que tal entender um pouco mais disso?

Regras básicas para fotografar com muito sol

Para começar o mapeamento do local é essencial. Saber onde estão os pontos de maior ou menor iluminação.

Isso dá a você muito mais opções em utilização de filtros ou de simplesmente captar o que desejava desde o início.

Por isso conhecer e explorar todas as possibilidades é necessário para uma fotografia de sucesso e que certamente seja delicada.

No fim das contas esse é o resultado esperado para um fotógrafo: que o máximo de detalhes possam ser vistos.

Tais detalhes, somados a outros dão um resultado final magnífico e uma imagem inesquecível por quem vê e por quem produz.

Portanto não esqueça! Quanto mais elementos sua foto possa oferecer, você poderá obter dela todo o potencial.

Controlar o ISO é fator essencial para fazer o controle da luminosidade e determinante no elemento final, tendo mais ou menos interferência da iluminação natural.

O ISO justamente é responsável por dispensar ou acrescentar luminosidade no momento da foto, em outras palavras, é o seu mais importante aliado.

Estar com o ISO a partir de 400 é um passo interessante, já que em valores menores que esse, costuma usar muita luminosidade.

Ao se capturar luz em excesso a imagem pode ficar distorcida, embaçada e as cores do ambiente são cobertas por uma nuvem fosca.

Portanto uma avaliação prévia do espaço e uso correto do ISO podem ser essenciais. Mas não é só isso, existem mais dicas para uma boa fotografia.

Ajustar o foco todos concordam que é fundamental para uma foto, mas não custa lembrar de um detalhe tão simples.

Para ter o foco perfeito é preciso paciência e esperar o melhor momento. Não adianta ir pela intuição e sair apertando o botão.

Quando se quer ter o melhor foco é melhor esperar, respirar para então, quando o foco estiver pronto, fotografar.

Como já dito, fotografia é exploração de potencialidades, e essas podem ser inúmeras. inclusive em dias de muito sol.

A persistência e a paciência de se esperar o momento certo é que vão fazer valer cada segundo de espera e tentativas.

Importante, no fotografia de pessoas, assegurar que estas possam estar em posição que permitam manter os olhos abertos.

Parece um conselho bobo, mas é extremamente importante e pode dar um diferencial enorme frente ao que se espera da foto.

Existe também um tipo de foto muito comum em dias de sol e que faz bastante sucesso pela beleza e delicadeza.

Se trata das fotos que contêm somente as silhuetas da pessoa, ou objeto, e em volta algo referente à natureza.

Esse tipo de fotografia chama a atenção aos detalhes impressos, desde a forma do objeto central até o que o rodeia.

O que é mais importante para esse tipo de foto segue a mesma receita já mencionadas anteriormente de maneira incansável.

Em resumo: como fotografar com muito sol?

 Primeiramente, para fotografar com muito sol é preciso ter  bom conhecimento do seu instrumento de fotografia pode fazer muita diferença no fim das contas.

Isso porque os ângulos selecionados e fotografados podem ser dos mais variados possíveis, exigindo um índice de acerto maior.

Obviamente este acerto só vem com a prática diária e de testar várias formas de se tirar o mesmo retrato.

Controlar o ISO e esperar o foco perfeito é essencial e só é possível quando se tem conhecimento da ferramenta que possui em mãos.

Testar todas as possibilidades é fundamental, pois um ângulo pode favorecer muito mais do que outro por motivos simples.

A captação de luminosidade, posicionamento do objeto são exemplos de como uma foto pode ter contornos e formas diferentes.

Não custa nada lembrar que não vale tremer. A variação de luminosidade somada ao movimento brusco das mãos não costuma dar resultados positivos.

Nesta situação o uso de tripé pode ser uma solução caso tenha dificuldades. Vale tudo por uma boa fotografia.

Ao fotografar pessoas certifique-se que a mesma possa abrir os olhos naturalmente, até porque ninguém merece uma foto com olhos fechados.

Por fim as silhuetas podem ser uma saída também, podendo ter, inclusive um resultado inesperado, surpreendendo bastante.

A escolha do local para este tipo de foto é essencial, assim como o que deseja captar e o que vai estar em volta deste objeto ou desta pessoa.

Normalmente fotos com o mar ao fundo ou com um parque costumam ser muito bonitas dando uma qualidade especial à foto.

Essas foram algumas dicas simples de como se fotografar com muito sol. Não existem mais desculpas para não tirar aquela foto num belo dia ensolarado.

Não se prive de tentar, somente com as tentativas é possível alcançar o resultado que tanto almeja, e a tentativa é fundamental em boas fotografias.

No mundo da fotografia também existe um mundo particular no qual o seu gosto é essencial, não se prive nem se esqueça dele.

Portanto, câmera na mão e boa sorte ao capturar a beleza que há no cotidiano e ao ar livre. Sempre se lembrando de ter paciência e testar o máximo de possibilidades.

 

Está precisando de um fotografo profissional? A Adrua dispõe de profissionais capacitados para lhe ajudar, confira!